6 dicas para treinar sua equipe e melhorar os resultados internos! - Blog do RH
Metadados

6 dicas para treinar sua equipe e melhorar os resultados internos!

A importância de uma equipe bem treinada, motivada e preparada para os desafios do trabalho em uma organização é inquestionável. Todo gestor sabe quão valiosos são os seus recursos humanos e a influência do seu rendimento no alcance de resultados e no caminho para o sucesso.

O maior desafio é, portanto, encontrar formas eficazes, práticas e acessíveis para manter o time alinhado aos valores da organização e em plena produtividade. Nesse contexto, o treinamento e as estratégias de motivação são essenciais. Mas você sabe como fazer isso? Confira, no artigo produzido pela Metadados — empresa que desenvolve e oferece sistema para a gestão de RH — 6 dicas para treinar sua equipe e melhorar os resultados internos!

Promova palestras internas

Muitas vezes, o seu próprio time pode ser um ótimo aliado no treinamento da sua equipe. Sempre existe aquele colaborador que é expert em determinado assunto, que entende tudo de um processo ou que conseguiu uma solução inovadora para a sua rotina. Nada mais natural que o conhecimento seja compartilhado, otimizando os processos e fazendo com que a equipe esteja cada vez mais preparada.

Convide esse colaborador para ministrar palestras internas, conversando com os colegas de trabalho sobre a sua experiência e know-how, discutindo os resultados e os modos de execução. O efeito é muito interessante: o convidado sente-se honrado e parte importante da organização, o que é excelente para a manutenção da sua motivação, e a equipe tenderá a ficar mais aberta a ouvi-lo e aprender com ele, já que é um colega de trabalho. 

Faça rotação de funções

Não há nada mais desmotivador para um colaborador do que não entender o funcionamento da organização como um todo. Por mais que ele seja responsável pela atuação em uma área específica, com funções bem delimitadas, é importante que ele conheça a empresa, sua atuação e entrega do começo ao fim. Isso aguça o senso de pertencimento do colaborador e aumenta o seu envolvimento com a empresa.

Além disso, o conhecimento básico sobre o trabalho dos colegas é essencial em caso de emergências e situações atípicas — é importante que toda a equipe tenha noção de como agir em caso de ausência ou afastamento de um colega. Um bom plano para apresentar a empresa de forma global aos colaboradores é propor a rotação de funções — pode ser um dia na semana ou no mês, de acordo com o tamanho da equipe e o volume de trabalho, para as pessoas conhecerem os outros setores, conversarem sobre o trabalho das outras áreas e ficarem por dentro do processo como um todo.

Essa troca de informações é muito rica e proveitosa e você vai se surpreender como ela ajuda até mesmo na realização das funções tradicionais de cada um — ao “sair do automático” para explicar o trabalho à outra pessoa, o colaborador torna-se mais eficiente e atento aos processos.

Supervisione

Outra estratégia de treinamento interessante para a sua equipe é adotar esquemas de supervisão, criando frentes de trabalho que equilibrem sempre colaboradores mais experientes com aqueles que têm menos tempo de casa. Essa é uma forma eficiente e barata de transmitir os processos de operação da empresa, seus valores e o clima organizacional.

A informação será passada de forma intuitiva, sem burocracias ou longos e cansativos processos e você contará com a supervisão de colaboradores bem preparados para ajudá-lo nas correções de postura, esclarecimento de dúvidas e revisão de processos.

Invista em treinamentos EAD

A tecnologia é uma grande aliada dos gestores quando o assunto é treinamento de equipes. Hoje em dia é possível gerar e contratar conteúdo direcionado, específico e de qualidade para orientar e otimizar o trabalho dos colaboradores — é o caso das plataformas EAD (Ensino à Distância) , que oferecem aos colaboradores as condições para que possam organizar a sua rotina de estudos, sem demandar que toda a equipe esteja disponível no mesmo horário e local.

O conteúdo é personalizado, segmentado e acessado via web, permitindo que a sua equipe tenha acesso a uma grande quantidade de informação essencial e transformadora.

Meça a produtividade

A produtividade é um conceito que tem a ver com a relação entre um valor gerado e os meios utilizados para isso, por exemplo: o número de pessoas atendidas num dia de trabalho, a quantidade de fichas de cadastro preenchidas ou o número de produtos com defeito que são reparados em uma hora. Colaboradores produtivos são aqueles que entregam mais, com os mesmos meios para tanto, no mesmo número de horas de trabalho.

Não existe receita para medir a produtividade da sua empresa, mas é preciso entender que esse é um cálculo relacional — você deve analisar, por determinado período de tempo, como está o rendimento da sua equipe. Esses dados devem ser comparados com frequência para que você, enquanto gestor, possa analisar a necessidade de mudanças ou a manutenção de índices satisfatórios.

É importante ter em mente que cada empresa tem as suas características específicas e, portanto, o conceito de produtividade é bem relativo. É essencial, então, que você conheça o seu negócio e saiba o que procurar nesse processo.

Dê feedbacks

Lembre-se dessa dica: os feedbacks são essenciais. Todas as ações para treinamento e motivação mencionadas anteriormente perdem o sentido se você não se comunicar com o seu colaborador. De nada adianta acompanhar a produtividade ou oferecer conhecimento e informação se você não está disposto a compartilhar as suas percepções e conclusões com ele.

Crie na sua empresa a cultura do feedback. Reserve um tempo na sua agenda para conversar com o seu time, alinhar expectativas, apresentar os pontos que merecem destaque e discutir em conjunto soluções para as questões problemáticas. Elogie, reconheça as conquistas e seja educado e polido na hora das críticas. Acredite: se o diálogo for no tom certo, o colaborador irá ouvir e se abrirá para as melhorias.

Também, é muito importante saber ouvir. Esteja aberto a sugestões e críticas, procure saber como seus pares estão se sentindo em relação ao trabalho, como está a execução das suas atividades, se existe algo que precisa ser conversado e melhorado, dentre outros. Entenda que o seu colaborador é o um dos maiores bens da sua empresa. Assim sendo, faça o possível para seguir na mesma energia que ele.

Investir em treinar sua equipe, de forma contínua, planejada e consciente, é investir no seu negócio — e aqui não dá para errar. Os resultados estão vinculados à produtividade dos seus colaboradores e esta, por sua vez, tem tudo a ver com o preparo e motivação interna.