Home office e retorno ao trabalho exigem uma série de cuidados

Empresas devem estar atentas ao bem-estar dos colaboradores e à legislação

Uma das primeiras medidas adotadas por grande parte das empresas, assim que a pandemia teve início, foi a adoção do home office. Com as equipes trabalhando em casa e evitando aglomerações, a proliferação do vírus diminui, o que beneficia a todos. A atuação remota, porém, exige cuidados por parte dos gestores e do RH, bem como o retorno gradual dos profissionais aos seus postos de trabalho. Para o bem-estar geral, ambas as práticas não podem ser implementadas de qualquer forma.

No caso da volta ao trabalho presencial, as questões que envolvem a biossegurança precisam estar bem alinhadas. Por outro lado, na implementação do home office, é preciso estar de olho na legislação vigente para evitar problemas legais. “As organizações devem se assegurar que estão cumprindo os requisitos ligados a temas como jornada de trabalho, horas extras, ergonomia, segurança do trabalho e saúde ocupacional. É preciso estar atento ainda à aderência a convenções coletivas na área de teletrabalho, orientando gestores quanto ao seu papel no que diz respeito a relações trabalhistas”, explica Cleo Carneiro, diretor da Sociedade Brasileira de Teletrabalho e Telatividades (SOBRATT) e diretor do Grupo de Consultoria em Teletrabalho (GCONTT).

Cuidados na Organização

Para implantar o home office de forma adequada, Carneiro elenca cinco cuidados que as organizações devem tomar:

  1. Garantir que as ferramentas ligadas à Tecnologia da Informação (TI) e à Segurança da Informação, que permitem o acesso a dados e comunicação remotos, estejam asseguradas;
  2. Editar um aditivo ao contrato dos colaboradores que contemple as especificidades do trabalho remoto e que blinde a empresa e o colaborador de problemas trabalhistas;

3 – Estabelecer uma Política de Teletrabalho que contemple todas as questões envolvendo o Trabalho Remoto – regime, benefícios, regras de ergonomia, de TI, compromissos, monitoramento e avaliação;

4 – Capacitar gestores e participantes para os seus papeis no processo;

5 – Monitorar e avaliar continuamente o processo.

infografico novos modelos trabalho

Protocolos de biossegurança devem ganhar atenção

Pouco a pouco, as funções que não podem ser exercidas em home office estão voltando a serem praticadas nas empresas. Contudo, é importante que existam regras claras de segurança que sejam seguidas por todos.

Na Metadados, protocolos de biossegurança foram criados visando a saúde e bem-estar das equipes. O material recebeu o nome de Cartilha de Medidas de Proteção ao Colaborador – Contingência Covid-19 e é personalizado à realidade da empresa. O conteúdo oferece informações detalhadas de todas as medidas de segurança que devem ser aplicadas e tem como objetivo reforçar e disseminar informações sobre as medidas de prevenção individual, promoção da saúde e bem-estar, bem como medidas de proteção coletiva e notícias atualizadas sobre a pandemia.

Por fim, confira algumas diretrizes do conteúdo:

  • A máscara deve ser utilizada por todos ambientes da empresa durante a permanência do colaborador no local;
  • A limpeza das mãos deve ser intensificada, aumentando a frequência das lavagens ao longo do dia;
  • O colaborador deve realizar a higienização diária, com solução de álcool 70% e papel toalha, da mesa e materiais de uso como computador, monitor, celular, mouse e teclado;
  • Todos devem manter um distanciamento mínimo de 2 metros de outro colega de sala, respeitando também a capacidade máxima de ocupação do ambiente.