Saiba como motivar seus colaboradores por meio dos benefícios sociais - Blog do RH
Metadados

Saiba como motivar seus colaboradores por meio dos benefícios sociais

Os benefícios podem influenciar a satisfação e o aumento da produtividade por parte dos colaboradores que se sentem mais seguros e atraídos por eles.

Já instituídos no país, os benefícios sociais já foram fortemente atrelados ao paternalismo, principalmente nas organizações em que as condições de trabalhos eram precárias e adversas.

Atualmente, os benefícios integram parte dos atrativos de uma organização, que os utilizam como estratégica na função de manter a competitividade, atrair e reter talentos, entre outros fatores, sempre buscando produtividade e assegurando boas condições para o colaborador no trabalho.

Os benefícios sociais também podem servir como fatores motivacionais para o desempenho do colaborador, que vê neles a garantia do atendimento de suas necessidades.

Com o objetivo de conhecer quais são esses benefícios e como a empresa pode ofertá-los para motivar ainda mais sua equipe, nós, da Metadados  — empresa que desenvolve e oferece sistema para a gestão de RH — elaboramos este artigo. Saiba como é possível contribuir para tornar sua equipe ainda mais produtiva e comprometida. Boa leitura!

O que são os benefícios?

São considerados benefícios sociais as vantagens oferecidas pela empresa aos seus colaboradores. Elas funcionam como uma remuneração a mais ou indireta onde parte da remuneração é convertida em serviços de assistência e bem-estar ao colaborador.

A legislação trabalhista classifica os benefícios sociais como legais, que são os obrigatórios, e espontâneos, quando a empresa decide oferecer determinados serviços ou vantagens aos seus colaboradores sem obrigatoriedade. Além desses, existem os benefícios monetários e os não monetários. Entenda mais abaixo.

São objetivos dos benefícios sociais: a melhoria da qualidade de vida dos colaboradores; a melhoria do clima organizacional; a redução do turnover e do absenteísmo; maior facilidade na atração e retenção de recursos humanos; aumento da produtividade.

Estão entre os benefícios mais oferecidos aos colaboradores: vale-alimentação, vale-transporte, plano de saúde, plano de assistência odontológica, bolsa de estudos, previdência privada e seguro de vida. Estas vantagens podem ser disponibilizadas de forma integral, onde a empresa custeia todo o valor, ou apenas parcial, quando o colaborador também paga por parte delas.

Listamos os principais benefícios ofertados pelas empresas. Confira:

  1. Benefícios legais: são os benefícios garantidos pela Lei das Consolidações do Trabalho, a CLT, ou por convenções sindicais, as quais toda empresa é obrigada a oferecer. Enquadram-se nesse benefício: 13º salário, vale-transporte, FGTS e férias.
  1. Benefícios espontâneos: são as vantagens concedidas voluntariamente pela empresa aos seus colaboradores, ou seja, sem obrigação. São eles: plano de saúde, plano de assistência odontológica, cesta básica, vale-refeição, gratificações, bônus e empréstimos consignados.
  1. Benefícios monetários: são as gratificações em dinheiro oferecidas pela empresa e registradas na folha de pagamento. Ou seja, geram encargos sociais para o governo, como por exemplo aposentadoria.
  1. Benefícios não monetários: são as vantagens concedidas em forma de serviços e facilidades, ofertados diretamente ao trabalhador, como acesso a clubes, serviços sociais e horários flexíveis.

Benefícios flexíveis

Normalmente, as empresas oferecem um pacote convencional de benefícios e, nem sempre, eles atendem a todas as necessidades do colaborador. Então, surgiu um modelo novo, chamado de benefício flexível.

Os benefícios flexíveis são aqueles que os colaboradores têm a opção de escolher entre todos os benefícios disponíveis aqueles que lhe interessam mais. Esse novo modelo de benefício trata seu colaborador de uma maneira aberta, pois dá a possibilidade de discussões sobre a relação custo/benefício dessas vantagens. Por isso, os benefícios flexíveis estão sendo reconhecidos como uma ferramenta eficaz de gerenciamento de benefícios.

Pode-se considerar as seguintes razões para a flexibilização dos benefícios: possível redução de custos, relacionamento mais aberto entre a empresa e o colaborador, alinhamento dos benefícios às estratégias de recursos humanos, melhoria da qualidade de vida, da produtividade, além de ser uma questão estratégia para a retenção de talentos, entre outros.

Benefícios = motivação

Ao ofertar aos seus colaboradores alguns benefícios ou vantagens, a empresa tem o objetivo de atingir resultados mais satisfatórios, como a retenção de talentos, o crescimento e o fortalecimento da instituição, visto que o bem-estar dos colaboradores está ligado também ao sucesso da empresa.

Nesse sentido, os benefícios podem influenciar a satisfação e o aumento da produtividade por parte dos colaboradores que se sentem mais seguros e atraídos por eles. Normalmente, as empresas que oferecem alguns benefícios a mais, são consideradas melhores para trabalhar, o que pode minimizar o turnover, como já citamos.

Assim, podemos considerar os benefícios sociais como fundamentais para garantir a satisfação do profissional. Além disso, observando a organização, essas vantagens podem aumentar a produtividade, maximizar os lucros e manter o clima organizacional agradável para todos.

Outro ponto que podemos destacar é que ao oferecer essas facilidades, a empresa comprova seu compromisso com a satisfação dos seus colaboradores, dando atenção à gestão de pessoas e preocupando-se com o investimento nas melhorias do ambiente.

Considerações finais

Vivemos uma era de mudanças constantes, imprevisíveis. Elas requerem pessoas e empresas dinâmicas, flexíveis e, acima de tudo, inovadoras. Além disso, esses novos tempos exigem novas estratégias e uma nova postura moderna para que a empresa seja mais competitiva.

Nesse sentido, reconhecer e valorizar o profissional se tornou ainda mais fundamental e, para isso, diversas empresas já entenderam que os benefícios sociais são fatores determinantes.

Com os benefícios, a empresa proporciona qualidade de vida em nível físico, mental, intelectual e espiritual para o bem-estar no trabalho, além de um quadro de colaboradores envolvidos e engajados com as causas da empresa, atraindo e retendo talentos, diminuindo a rotatividade e o absenteísmo.

A possibilidade de atuar com a opção de benefícios flexíveis é uma boa dica iniciar esse processo. Certamente a empresa terá resultados positivos na atração e retenção dos talentos.

Gestor, avalie essa ideia como uma maneira de produzir mais e alavancar as vendas da sua empresa. Desejamos sucesso!