Notícia eSocial: prorrogado o início da 2ª fase para empresas do grupo 2
Metadados

Notícia eSocial: prorrogado o início da 2ª fase para empresas do grupo 2

Confira como ficou o cronograma para o Grupo 2!

Às vésperas do início da segunda fase do eSocial para o Grupo 2 de empresas, ou seja, aquelas com faturamento de até R$ 78 milhões em 2016, o Comitê Gestor do eSocial publicou nesta sexta-feira (31 de agosto), no Portal Oficial do eSocial, notícia que informa sua prorrogação.

Segundo a notícia, ainda não publicada no Diário Oficial da União, a primeira fase para este grupo de empresas que terminaria no dia 31 de agosto, se estenderá por todo o mês de setembro, postergando, também, o início a segunda fase. A mudança deve atingir cerca de 3 milhões de empresas que integram o Grupo 2 do eSocial.

A justificativa para a mudança no último dia da Fase 1 é a reivindicação dessas empresas para terem mais tempo para prestar as informações iniciais e suas tabelas, conforme Resolução nº 04/2018 do Comitê Diretivo do eSocial.

Para que você entenda todas as mudanças anunciadas, nós, da Metadados — empresa que desenvolve sistema para a gestão de Recursos Humanos — reunimos tudo que você precisa saber para não perder os prazos e enviar seus dados com tranquilidade. Confira!

Novo cronograma para o Grupo 2

Com a mudança anunciada pelo Comitê do eSocial, a segunda fase para o Grupo 2, que iniciaria no dia 01 de setembro de 2018, iniciará em outubro de 2018, com data prevista para o dia 10.

Nesta fase, as empresas deverão informar os dados dos trabalhadores e seus vínculos com as empresas, os conhecidos eventos não periódicos.

Confira como ficou o cronograma para o Grupo 2:

Fase 1: Cadastro do empregador e tabelas – Início em julho de 2018

Fase 2: Dados dos trabalhadores e seus vínculos – Início em outubro de 2018

Fase 3: Folha de Pagamento – Início em novembro de 2018

Fase 4: Substituição da GFIP – Início em janeiro de 2019

Fase 5: Dados de Saúde e Segurança do Trabalhador – Início em janeiro de 2019

Baixe o cronograma completo aqui!

E para o Grupo 1, como fica?

Na mesma publicação, o Comitê Gestor do eSocial informa que as empresas que integram o primeiro grupo — faturamento superior a R$ 78 milhões em 2016 — deverão continuar enviando todos os eventos para o ambiente do eSocial, seguindo o cronograma já estabelecido.

Confira as datas para o Grupo 1:

Fase 1: Cadastro do empregador e tabelas – Início em janeiro de 2018

Fase 2: Dados dos trabalhadores e seus vínculos – Início em março de 2018

Fase 3: Folha de Pagamento – Início em maio de 2018

Fase 4: Substituição da GFIP – Início em agosto de 2018 para contribuições previdenciárias e novembro de 2018 para FGTS

Fase 5: Dados de Saúde e Segurança do Trabalhador – Início em janeiro de 2019

Para órgãos públicos e pessoas físicas, o cronograma também permanece igual. Confira o cronograma completo do eSocial aqui!

Dados do eSocial – atualizado

A Receita Federal informou no dia 21 de agosto que a adesão ao eSocial atingiu, na data, 1 milhão de empregadores do país, ou seja, 1 milhão de empresas já estão enviando suas informações à plataforma.

Ao ser totalmente implementada, o eSocial deverá reunir, dentro do seu sistema, informações sobre mais de 4 milhões de empresa e entidades públicas e privadas que empregam cerca de 44 milhões de trabalhadores do país.

Além disso, o eSocial deve substituir cerca de 15 obrigações acessórias, como GFIP, CAGED, RAIS, CAT, entre outros. Confira tudo que muda neste artigo.

 Um gerenciador para o eSocial

 Como é possível perceber, o eSocial está em constante transformação. As empresas e profissionais que não estiverem atentos, podem se perder em meio às mudanças.

Muitas empresas entenderam a importância de ter um Sistema de RH que atenda ao eSocial, gerenciando todos os eventos, inclusive validando campos, auditando parametrizações, analisando os retornos dos envios, entre outros benefícios.

Se você ainda não tem um gerenciador para o eSocial, conheça mais aqui. Não perca mais tempo!