Imagem de um homem com fone de ouvido apontando para um notebok.

Num cenário empresarial dinâmico, onde a eficiência e a consistência são fundamentais, a assiduidade emerge como um pilar essencial para o sucesso organizacional. Mais do que apenas marcar presença, a assiduidade reflete o compromisso contínuo dos colaboradores em contribuir para os objetivos da empresa.

Quando os profissionais se apresentam de maneira consistente, investem seu tempo e energia na construção do sucesso coletivo. Ao mergulharmos nas nuances da assiduidade, descobriremos estratégias para calcular e controlar esse indicador.

Neste artigo escrito por nós, da Metadados — empresa que desenvolve um completo sistema para a gestão de Recursos Humanos (RH) — além de explorarmos alguns métodos para envolver os colaboradores, compreenderemos a verdadeira natureza da assiduidade. Isso porque não se trata apenas de um número nas planilhas de RH, mas de um reflexo tangível da cultura organizacional.

O que é assiduidade

A assiduidade, no contexto empresarial, é um conceito que vai além da simples presença física dos colaboradores no ambiente de trabalho. Ela representa a consistência e regularidade com que os membros da equipe comparecem às suas atividades, demonstrando compromisso e responsabilidade.

A assiduidade, portanto, não é apenas uma métrica quantitativa, mas um indicador qualitativo de dedicação e engajamento dos colaboradores. Num sentido mais amplo, a assiduidade abarca não apenas a frequência, mas também a pontualidade e a entrega durante o expediente.

Para o setor de RH, compreender a essência da assiduidade é fundamental para o desenvolvimento de estratégias que promovam a cultura organizacional e, ao mesmo tempo, garantam o bem-estar e a satisfação dos colaboradores. Neste contexto, a assiduidade não é apenas uma métrica de gestão, mas o resultado da parceria entre empresa e equipe na busca por objetivos comuns.

Diferença entre assiduidade e pontualidade

Assiduidade e pontualidade andam juntas, mas nem por isso tem o mesmo significado. Enquanto a assiduidade engloba a presença constante, a pontualidade foca no cumprimento especificamente dos horários programados. Ou seja, ambas são cruciais para a eficiência operacional, mas a assiduidade vai além do monitoramento, envolvendo a consistência das entregas ao longo da jornada.

Nem sempre o funcionário mais pontual é o mais assíduo, assim como o colaborador que apresenta maior índice de assiduidade nem sempre é o mais pontual. Daí a necessidade de se analisar as duas informações em separado.

 

 Ilustração de boneco cavalgando em uma flecha.

Importância da assiduidade nas empresas

A assiduidade assume uma relevância substancial nas empresas, influenciando diretamente o ambiente de trabalho, a produtividade e a cultura organizacional. Aqui estão alguns pontos-chave que evidenciam a importância desse indicador:

  • Produtividade sustentável: Colaboradores assíduos são a espinha dorsal de uma produção consistente. A presença constante e o engajamento contínuo garantem que as tarefas sejam realizadas de maneira eficiente, contribuindo para a manutenção da produtividade e o alcance das metas organizacionais.
  • Clima organizacional positivo: A assiduidade cria um ambiente de trabalho mais estável e previsível. Isso impacta diretamente no clima organizacional, pois a ausência frequente pode gerar sobrecarga para os demais membros da equipe e prejudicar a coesão do grupo.
  • Cumprimento de prazos e metas: Colaboradores assíduos garantem o cumprimento de prazos e metas. Essa consistência contribui para um fluxo de trabalho mais fluido, evitando interrupções que podem resultar em atrasos e impactar o desempenho global da empresa.
  • Economia de recursos: A alta assiduidade reduz os custos associados à contratação temporária ou substituição de colaboradores ausentes. Além disso, minimizamos a necessidade de investimentos em treinamento frequente para substitutos, mantendo uma equipe mais estável e experiente.
  • Cultura de responsabilidade e compromisso: Uma equipe assídua reflete uma cultura organizacional de responsabilidade e compromisso. Isso fortalece a identificação dos colaboradores com os valores da empresa, incentivando um ambiente onde todos se sintam parte fundamental do sucesso coletivo.

Entender a importância da assiduidade permite que o setor de Recursos Humanos desenvolva estratégias proativas para promover esse comportamento, valorizando não apenas a presença física, mas também a participação ativa e comprometida dos colaboradores no cotidiano da organização.

Como calcular a assiduidade

A fórmula básica para esse cálculo envolve a relação entre os dias efetivamente trabalhados e os dias totais no período determinado. Veja:

Assiduidade=(Dias Trabalhados : Dias Totais)×100

Exemplo prático:

Suponhamos que um colaborador esteja conectado a uma jornada de trabalho padrão de segunda a sexta-feira, totalizando 22 dias úteis no mês. Neste período, o colaborador compareceu ao trabalho em 20 dias. Para calcular sua assiduidade:

Assiduidade=(20:22)×100≈90,9%

Portanto, a assiduidade do colaborador neste mês específico é de aproximadamente 90,9%. Esse cálculo simples oferece uma métrica eficaz para avaliar o compromisso do colaborador com suas responsabilidades profissionais. A interpretação desses dados pode orientar estratégias para melhorar a presença e o comprometimento da equipe, resultando em um ambiente de trabalho mais produtivo e eficiente.

Como controlar a assiduidade

O controle efetivo da assiduidade requer sistemas integrados, registros precisos e políticas claras. Ferramentas de ponto eletrônico, aplicativos e softwares especializados são essenciais para uma gestão eficaz.

Como engajar os colaboradores para aumentar a assiduidade

O engajamento dos colaboradores é um fator sensível para melhorar a assiduidade, pois quando os membros da equipe se sentem valorizados e motivados, tendem a se dedicar mais ao trabalho.

Aqui estão algumas estratégias que o setor de Recursos Humanos pode adotar para promover o engajamento e, consequentemente, aumentar a assiduidade:

Crie um ambiente positivo

Um ambiente de trabalho positivo, onde os colaboradores se sintam respeitados e reconhecidos, tem um impacto significativo na assiduidade. Incentivo a uma cultura de apoio mútuo, oportunizando realizações e promovendo a colaboração.

Programas de reconhecimento

Estabelecer programas de reconhecimento que destacam e recompensam a assiduidade exemplar. Prêmios, certificados e elogios públicos são formas eficazes de demonstrar o apreço pelos colaboradores dedicados.

Ofereça benefícios e incentivos

Implemente benefícios e incentivos que demonstrem o compromisso da empresa com o bem-estar dos colaboradores. Isso pode incluir flexibilidade no horário de trabalho e programas de bem-estar, além de uma política de gratificações e valores adicionais.

Desenvolvimento profissional

Proporcionar oportunidades de desenvolvimento profissional. Colaboradores que veem um caminho claro de crescimento dentro da empresa tendem a ser mais comprometidos e, consequentemente, mais presentes.

Comunicação transparente

Mantenha uma comunicação transparente sobre políticas de assiduidade e expectativas. Esclarecer as regras e políticas cria um ambiente de confiança e evita mal-entendidos.

Feedback construtivo

Forneça feedback construtivo regularmente. Isso não apenas destaca áreas de melhoria, mas também reconhece contribuições positivas, incentivando os colaboradores a se manterem engajados.

Ao implementar estratégias como essas, as empresas não apenas aumentam a assiduidade, mas também criam um ambiente propício para o crescimento organizacional e o bem-estar geral dos colaboradores.

O que diz a CLT sobre adicional de assiduidade

Os profissionais que atuam sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) têm direito a diversas vantagens além do salário, conforme previsto na lei. Entre elas encontram-se as comissões, gratificações, adicionais, horas extras, e outros benefícios.

No contexto da assiduidade, quando considerada como uma vantagem adicional, ela poderá seguir as mesmas normas regulamentares sobre gratificações, tanto pela legislação quanto por acordos coletivos. Nesse contexto, é essencial observar o Artigo 457 da CLT e seus incisos:

Art. 457 – Compreende-se na remuneração do empregado, para todos os efeitos legais, além do salário devido e pago diretamente pelo empregador, como contraprestação do serviço, as gorjetas que recebem.

§ 1o Integram o salário a importância fixada estipulada, as gratificações legais e as comissões pagas pelo empregador.

§ 2o As importâncias, ainda que habituais, pagas a título de ajuda de custo, auxílio-alimentação, vedado seu pagamento em dinheiro, diárias para viagem, prêmios e abonos não integram a remuneração do empregado, não se incorporam ao contrato de trabalho e não constituem base de incidência de qualquer encargo trabalhista e previdenciário. (Redação dada pela Lei nº 13.467, de 2017)

Portanto, a CLT estabelece bases para o salário do empregado, incluindo adicionais como o de assiduidade, que devem seguir as normativas legais para sua aplicação, respeitando os direitos e deveres tanto do empregador quanto do empregado.

Conclusão

A assiduidade, embora muitas vezes subestimada, desempenha um papel crucial no sucesso de qualquer organização. O compromisso dos colaboradores em estar presente e contribuir para os objetivos da empresa não apenas fortalece a cultura organizacional, mas também impulsiona o desempenho e a produtividade.

Ao entender a importância da assiduidade e adotar práticas para monitorar e estimular a presença regular dos colaboradores, o setor de Recursos Humanos desempenha um papel estratégico na construção de equipes coesas e eficientes.

Portanto, além de simplesmente contabilizar horas de trabalho, é fundamental cultivar um ambiente onde os colaboradores se sintam valorizados, motivados e reconhecidos. O equilíbrio entre políticas claras, programas de incentivo e uma cultura de apoio mútuo cria as bases para uma força de trabalho comprometida e resiliente.

Em última análise, ao investir na assiduidade, as organizações não estão apenas melhorando a pontualidade, mas construindo uma base sólida para o sucesso a longo prazo. Para te ajudar, nós criamos o guia “Como construir uma cultura organizacional forte”. Nele, explicamos os principais aspectos a serem observados para para o sucesso e a longevidade de uma organização. Para continuar ampliando seu conhecimento, leia nosso artigo sobre "Avaliação 360 graus".

Banner do guia Como construir uma cultura organizacional forte.,