Imagem de um homem sentado trabalhando, com várias mãos oferecendo objetos: calendários, tablets, relógio, documentos, gráficos, etc.

Entender os desafios da Gestão de Pessoas e agir de forma estratégica para evitá-los é um comprometimento que todo líder ou profissional de RH precisa ter na empresa. Afinal, quando a área está em sintonia, se torna muito mais fácil incentivar seu time, manter o engajamento e estimular resultados positivos na organização.

Mas, para isso dar certo, é essencial estar atento ao que as pessoas necessitam hoje no ambiente de trabalho!

Diversas empresas ainda adotam um modelo muito antigo para gerir seus times, sejam eles comerciais, operacionais ou de outras formatações. O problema disso é que o mundo se transformou e nós já não somos os mesmos, assim como os talentos da nossa equipe e a forma como eles executam suas demandas.

Quando há um choque como este, surgem os desafios da Gestão de Pessoas. Isso porque, diante de uma nova realidade, é indispensável observar como a empresa gere suas pessoas e identificar se há algo que já não faz sentido (ou está faltando).

Pensando nisso, elaboraram este artigo para ajudar você. Continue lendo e conheça os principais desafios da Gestão de Pessoas tradicional!

Mas antes, o que é a Gestão de Pessoas?

A Gestão de Pessoas pode ser definida como um conjunto de práticas que abrange os processos de contratação, otimização e retenção de talentos. Além disso, fornece suporte contínuo ao negócio e orientação aos colaboradores da empresa.

De modo geral, engloba todos os aspectos relacionados à forma como as pessoas trabalham, se comportam, se engajam e crescem na organização. Sendo assim, é essencial estar atento aos desafios da Gestão de Pessoas, pois eles vão afetar diretamente em todos os processos da empresa.

Exemplos de tarefas que dão suporte aos principais pilares da área incluem: recrutamento, política de cargos e salários, gestão de desempenho, desenvolvimento organizacional, segurança, bem-estar, benefícios, motivação e engajamento dos colaboradores, bem como comunicação, administração e treinamento.

Afinal, quais os desafios da Gestão de Pessoas tradicional?

Em face de uma nova realidade, também surgem os novos desafios da Gestão de Pessoas! Portanto, é preciso dar lugar a práticas que condizem com as demandas atuais do mercado.

Ter uma postura mais humana também é crucial para que os colaboradores se sintam acolhidos e façam parte, de fato, da cultura da empresa. Afinal, o caráter humanizado pode ser decisivo para sua permanência na organização e para os bons resultados no local.

Se optar por manter a área nas práticas tradicionais, sua organização pode enfrentar alguns desafios da Gestão de Pessoas, como:

1. Falta de tempo por processos manuais

Empresas que negligenciam as possibilidades de avanço e otimização que a tecnologia oferece podem acabar nutrindo processos obsoletos, perdendo competitividade e comprometendo a lucratividade do negócio.

Além disso, pessoas que precisam fazer muitas tarefas manuais, sobretudo aquelas que poderiam ser automatizadas, tendem a se desengajar no cargo depois de determinado período. Isso porque elas sentem que estão perdendo tempo e deixando de executar tarefas realmente eficientes.

Para evitar este ponto nos desafios da Gestão de Pessoas, a organização precisa dar aos colaboradores oportunidade de crescer e se destacar., mas sem esquecer das ferramentas adequadas.

2. Falta de confiança na equipe 

Dar autonomia aos colaboradores é importante para que eles assumam responsabilidades e consigam desenvolver novas competências. Essa construção deve ser feita aos poucos, com acompanhamento e direcionamento adequado, mas é essencial permitir que todos testem e se sintam bem com os resultados obtidos.

Afinal, manter a equipe no modelo de comando e controle pode ocasionar outros desafios da Gestão de Pessoas e prejudicar a organização como um todo. Os processos se tornam mais burocráticos, os problemas demoram a ter resolução, as lideranças ficam sobrecarregadas e os profissionais se sentem desvalorizados.

Quer entender as diferenças entre o mindset de comando/controle e autonomia/confiança? Acesse nosso checklist gratuito!

[CHECKLIST] MINDSET DA LIDERANÇA: comando/controle X autonomia/confiança  Entenda as principais diferenças na gestão de talentos  Baixe gratuitamente aqui! ?

3. Centralização das responsabilidades 

Uma gestão de pessoas humanizada e eficiente, nos dias de hoje, precisa ser descentralizada. Ou seja, as ideias, abordagens e processos devem ser definidos em conjunto, já que o time conhece o dia a dia das operações e os gargalos enfrentados.

Por isso, não faz sentido que as responsabilidades e decisões sejam tomadas de forma engessada e impositiva pela liderança. Se a equipe acha que será mais vantajoso trilhar determinado caminho, por que não confiar em sua expertise?

Ouvir o time, sem dúvidas, vai trazer muitos benefícios à empresa e evitar diversos desafios da Gestão de Pessoas.

[eBook] O NOVO PAPEL DO LÍDER Guie os talentos da empresa e conquiste ótimos resultados

4. Falta de alinhamento na empresa 

Um dos maiores desafios da Gestão de Pessoas é quando não há uma cultura sólida ou ela não é compartilhada pelos colaboradores. Afinal, certamente haverá desalinhamento entre diferentes setores e até mesmo dentro dos próprios times.

Em uma gestão eficiente, a cultura organizacional é indispensável para gerar engajamento e para que todos saibam a direção que estão seguindo, buscando sempre os mesmos objetivos.

5. Ver a Gestão de Pessoas como custo 

No modelo tradicional da GP, as políticas, programas, treinamentos e demais tarefas são analisadas apenas a partir da ótica do custo envolvido. Porém, a Gestão de Pessoas humanizada e atual, quando implementada de forma eficiente, ajuda a engajar os colaboradores e garantir que tenham suporte para trabalhar tranquilamente.

Com um retorno tão significativo para os profissionais da empresa, que são o elemento mais importante do negócio, é muito mais coerente observar as práticas de GP como um investimento. Até porque, em termos monetários, os resultados tendem a aumentar e gerar mais receita para a organização, motivo pelo qual não podemos simplesmente chamar de “gasto”.

Na prática, gera um alto ROI e fomenta a manutenção de ambientes bons para se trabalhar e conviver. 

6. Clima organizacional ruim

Geralmente, um dos desafios da Gestão de Pessoas tradicional é conseguir agir e transformar de forma positiva o clima da organização. Com medidas engessadas e práticas que alimentam o perfil de comando e controle, fica difícil até para os coxlaboradores se sentirem à vontade para falar que o ambiente de trabalho não está confortável.

Por outro lado, a gestão humanizada atua efetivamente na criação e manutenção de um espaço acolhedor, respeitoso e produtivo. Isso porque todos se sentem seguros para buscar ajuda quando algum problema surge, sem deixar que as pequenas situações acumulem e prejudiquem a sintonia entre as pessoas da empresa.

7. Falta de políticas claras  

Quando não há clareza nas políticas da organização, sejam elas de qualquer natureza (consequências, bonificações e capacitação, por exemplo), os colaboradores não sabem muito bem o que esperar. Da mesma forma que eles precisam entender o que pode acontecer caso não entreguem o que foi solicitado em sua contratação, também é importante mostrar para onde estão caminhando quando entregam suas demandas com sucesso.

Uma ótima dica é manter um ebook online reunindo todas as informações pertinentes sobre o assunto. Nesse material, é importante trazer atualizações e revisões constantes, lembrando que o time está sempre mudando e suas necessidades também! 

8. Dificuldade na comunicação

Por último, mas não menos importante, um dos maiores desafios da Gestão de Pessoas tradicional pode estar na comunicação. Isso porque apenas uma gestão humanizada preza por soft skills que envolvem a eficiência comunicativa – e qualquer pessoa que já liderou times sabe o quanto um pequeno ruído pode virar uma grande bola de neve.

A gestão humanizada não é baseada apenas em processos e nem na empresa, mas em uma abordagem colaborativa que entende a importância de cada papel e descentraliza as obrigações e responsabilidades, dando chances a todos os envolvidos de crescerem e se desenvolverem na corporação!

E aí, vamos continuar estudando? Você sabe quais são as responsabilidades do líder e do RH quando o assunto é Gestão de Pessoas? Nossos especialistas explicam até onde vai a atuação de cada profissional em uma das áreas mais importantes da empresa. Clique aqui e baixe o checklist gratuito para consultar quando quiser! 

[CHECKLIST] Qual o papel do líder e do RH na Gestão de Pessoas Entenda as responsabilidades de cada um e onde podem atuar juntos  Baixe gratuitamente aqui!