Imagem de uma mulher trabalhando em seu notebook

Sabemos que o universo da liderança e dos Recursos Humanos está em constante atualização, porque a necessidade das pessoas também se transforma a cada instante. Pensando nisso, é possível perceber que alguns termos ganham ainda mais relevância no contexto atual, como a performance da empresa.

Além de ser uma estratégia essencial para contribuir com o desenvolvimento dos talentos, também é uma forma eficiente de alavancar a organização em sua totalidade! Se ainda não sabe muito sobre o assunto, aproveite para conferir nosso artigo completo, com todas as informações que você precisa para medir o desempenho dos times. É só clicar aqui!

Manter o foco na performance da empresa pode ser, inclusive, a chave para conquistar resultados diferentes e garantir motivação para que os times desempenhem suas demandas com qualidade. Mas, você sabe por quê?

Os profissionais da Metadados — empresa que desenvolve sistemas de Recursos Humanos — elencaram os principais tópicos para você entender a importância de manter o foco nesta ferramenta de gestão. Continue lendo e descubra os motivos para nunca mais deixar a performance da empresa em segundo plano

1. A performance define onde sua empresa vai chegar

Antes de entrar neste tópico, queremos reforçar que o ponto de partida sempre será o momento em que sua empresa está hoje. Por isso, é importante pensar e analisar a realidade atual com muita atenção, pois ela vai servir como base para guiar os próximos passos. Ou melhor, as próximas perguntas que você deve responder em conjunto com a liderança!

Então, vamos às provocações: onde vocês, coletivamente, gostariam de estar no próximo ano? Quais são as metas e objetivos que compartilham? Onde querem focar os esforços da equipe?

A partir destes questionamentos centrais, você vai entender como quer e precisa trabalhar a performance da empresa! Será entre os melhores do mercado ou, por enquanto, o propósito é manter a estabilidade financeira? Não existe certo ou errado, o importante é ter uma definição!

Isso vai naturalmente mostrar o caminho que precisa ser percorrido para que sua empresa conquiste bons resultados e chegue no lugar esperado! Só não esqueça de compartilhar esses posicionamentos com a equipe, pois é essencial que todos estejam alinhados e de acordo com os principais objetivos da organização.

2. Você tem um propósito claro para desenvolver os talentos

Sabia que a performance da empresa depende, principalmente, das pessoas e do seu desenvolvimento? Quando temos uma equipe dedicada, com alto nível de conhecimento em suas funções, a tendência é que suas entregas também tenham uma qualidade acima da média.

Mas, para isso, precisamos orientar e proporcionar um ambiente favorável ao crescimento contínuo desses talentos, focando nas questões necessárias para garantir seu excelente desempenho. O que vai orientar as habilidades e competências que devem ser desenvolvidas é justamente nosso tópico anterior: onde a empresa quer chegar.

Se você define bem o primeiro e tem a certeza de que todos os colaboradores estão de acordo, só resta incentivá-los na direção certa. Mais do que isso, é importante se mostrar disponível para auxiliar sua evolução e oferecer recursos para que eles possam descobrir novos potenciais.

Desta forma, você dá fim aos treinamentos genéricos que fazem parte de alguns planos de desenvolvimento e foca no que realmente importa para aumentar a performance da empresa. Isso também impacta na motivação dos talentos, que se sentem mais dispostos a evoluir suas áreas de interesse e contribuir com resultados além do esperado.

Outro tópico importante é que, além dos conhecimentos técnicos e práticos, você pode mapear as soft skills que devem fazer parte da sua equipe e, aos poucos, trabalhar atividades para desenvolvê-las. Assim, será possível perceber um real avanço no desempenho do dia a dia.

Quer saber como melhorar a performance e a produtividade dos times com estratégias simples? Baixe nosso checklist gratuito e confira ações que vão ajudar nesse desafio!

CHECKLIST GRATUITO] 9 passos para evoluir a performance da sua empresa

3. É mais fácil e seguro traçar estratégias de crescimento

Ousamos dizer que os planejamentos a curto, médio ou longo prazos só serão bem-sucedidos se você estiver de olho na performance da empresa. Afinal, ela será a base para realizar previsões, aplicar novos recursos e arriscar (ou não) trabalhar com metas mais ambiciosas.

De nada adianta querer aumentar o número de vendas no próximo trimestre se o time responsável já atingiu o ápice da alta performance, por exemplo. Neste caso, o ideal é avaliar a contratação de novos profissionais e, a partir disso, pensar em patamares maiores (podendo ultrapassar o trimestre esperado e evoluir para um planejamento de médio prazo, se levarmos em conta o tempo de seleção e treinamento dos novos colaboradores).

Da mesma forma, não adianta incluir novos membros em um time que ainda não chegou ao seu potencial máximo, porque as tarefas ficarão cada vez mais dispersas. Por isso, para ampliar metas e até mesmo investimentos, é preciso realizar uma análise detalhada sobre como a equipe está performando.

Estar por dentro desta informação também pode levar tranquilidade à rotina da organização em geral, porque é mais fácil pensar em meios e caminhos para atingir as projeções futuras. Se você conhece e pensa na performance da empresa, pode eliminar boa parte das incertezas e trabalhar com uma margem de erro muito menor em todas as suas ações.

Além disso, você também pode ajustar a rota quando for necessário! Ou seja, identificar com antecedência o que não está dando certo e executar novas alternativas a tempo de não prejudicar a equipe e seus resultados.  Da mesma forma, é possível reconhecer os processos que funcionam com qualidade e aplicar a metodologia em outras rotinas!

4. Sua empresa pode estar alinhada com as referências do mercado

Mesmo que sua meta ainda não seja performar entre as maiores referências da área, é essencial realizar pesquisas de mercado detalhadas e identificar pontos que podem contribuir com o crescimento da sua organização. Mas, afinal, que pontos seriam esses?

Conhecer as movimentações atuais dos setores que envolvem suas equipes, entender como atua a concorrência e realmente estudar sobre as necessidades dos seus clientes são os principais elementos quando pensamos na performance da empresa. Afinal, são informações norteadoras para entender quais processos devem passar por mudanças, se existem lacunas a preencher e como você está atendendo seu público consumidor.

Estes insights podem guiar a tomada de decisões e até mesmo facilitar o monitoramento dos resultados, porque a régua deixa de ser apenas interna e toma proporções maiores, trazendo mais certeza para os seus critérios de avaliação. Aliás, quando falamos em “maiores”, não estamos nos referindo a parâmetros mais ambiciosos e sim realistas!

Além disso, com a agilidade dos dias de hoje, quem não está de olho nas movimentações da sua área ou deixa de atualizar os processos da empresa pode colocar em jogo a sua permanência no mercado! Por isso, é essencial repensar as estratégias e manter os times sempre alinhados ao “agora”.

Mas, você sabe o que mudou na visão atual da performance? Para continuar nosso estudo sobre o assunto, os especialistas da Metadados mostraram como a ferramenta de gestão tem acompanhado as transformações e incertezas do mundo. Baixe o ebook gratuito, entenda as reflexões e alinhe sua organização!

[eBook] PERFORMANCE NA ATUALIDADE: em tempos de incerteza, como pensar no desempenho dos times?