Como tornar seu RH mais estratégico em momento de crise? - Blog do RH
Metadados

Como tornar seu RH mais estratégico em momento de crise?

As mudanças e instabilidades no cenário econômico brasileiro têm forçado a reestruturação de pequenas, médias e grandes empresas. Naturalmente, o setor de Recursos Humanos é diretamente impactado, visto que precisa reposicionar o setor e iniciar um processo interno de transformação, isto é, potencializar seus recursos.

Neste momento, o RH passa a agir estrategicamente para que, de acordo com o negócio da empresa, consiga preparar líderes mais capacitados, além de desenvolver e motivar os talentos da empresa a fim de fomentar iniciativas que tragam soluções rápidas.

Então o profissional de Recursos Humanos assume o papel de agente de transformação e se torna essencial. Para isso, precisa entender sua função estratégica, tomando um posicionamento sistêmico e coerente a fim de integrar todas as áreas da corporação, fomentando os resultados.

Isto é, o RH passa a focar suas ações em planejamentos, desenhando cenários, tendências e buscando constantemente por soluções inovadoras, sempre ao lado do capital mais valioso da corporação: as pessoas.

É profissional de RH e não sabe como agir estrategicamente para auxiliar sua empresa nesse momento? Confira nosso post e descubra como você pode ser a solução que sua empresa tanto precisa.

RH estratégico: conceito

O RH estratégico não é uma novidade. Segundo a Scientific Electronic Library Online, o conceito surgiu nos anos 80 e foi construído por duas vertentes: a Michigan Concept e a Harvard Concept.

Michigan Concept define o RH estratégico como a junção de missão, estrutura e estratégia. Nesse sentido, seleção, avaliação, remuneração de desenvolvimento devem ser realizados estrategicamente. Já para a Harvard Concept, o setor de Recursos Humanos age como um tomador de decisões no planejamento estratégico da empresa e não apenas burocraticamente.

Outros especialistas no assunto afirmam que a empresa que possui um RH estratégico produz efeitos mais rápidos, como comprometimento, produtividade e competências.

Mas, para que o RH seja considerado estratégico, é preciso que ele esteja alinhado ao negócio da corporação, integrando as decisões tomadas pelos gestores. Assim, a empresa precisa ter suas diretrizes e objetivos bem definidos para que todos possam trabalhar em conjunto para atingir os resultados propostos.

RH estratégico x RH tradicional

A eficiência pode ser definida como a principal diferença entre o RH estratégico e o RH tradicional. Isso é o que aponta um estudo realizado com mais de 3,5 mil profissionais da área pelos consultores da Towers Watson, Boston Consulting Group e EY e publicado na Revista Exame. A pesquisa constata a ligação entre eficiência da área de RH e o desempenho da empresa.

E mais do que isso, a pesquisa comprovou que a empresa que possui um RH estratégico tem um resultado financeiro duas vezes maior do que uma empresa que não possui.

Além disso, o RH tradicional é muito mais burocrático, pensa em resultados e não age sistematicamente para atingi-los ­- ações que o RH estratégico executa por natureza. Assim, consegue contribuir para o progresso da empresa.

Como torno meu RH estratégico?

Se sua empresa ainda não possui um RH estratégico, está na hora de repensar sobre o assunto. Claro que RH tradicional tem suas funcionalidades, mas em pleno século XXI, não é possível que não se haja estrategicamente, principalmente no momento de crise que o Brasil passa.

Então, se você deseja adotar um setor de Recursos Humanos estratégicos, é preciso iniciar investindo nas pessoas, nos colaboradores. É necessário que todos possam ser ouvidos, que opinem e contribuam para as ações do RH.

Se não sabe como começar, tente por palestras e encontros corporativos, cursos de desenvolvimento e aperfeiçoamento, ou seja, eventos que estimulem a participação das pessoas junto ao RH. Assim será mais fácil sentir o que impacta internamente para depois agir externamente.

Além disso, o RH precisa demonstrar para a direção da empresa o valor que as metas e estratégias têm, principalmente quando possuem o respaldo dos profissionais de cada área. Depois, é preciso traçar essas metas e acompanhá-las. Uma boa dica é munir-se de sistemas métricos que possam auxiliar nesse processo de mensuração.

Aqui na Metadados, o RH é estratégico e utiliza um software de indicadores para mensurar os resultados de todas suas estratégicas. Assim o processo fica muito mais simples e visível para os gestores. Quer conhecer o software? Acesse aqui!

Com o RH estratégico, os resultados são obtidos a curto prazo. Mesmo assim, motive sua equipe e colaboradores para defenderem a cultura da inovação na corporação. A mudança é difícil no início, pois muda hábitos e rotinas, mas certamente os resultados serão recompensadores. 

Conadministracao-de-pessoalsiderações

Cada dia mais, o potencial humano da organização tem sido valorizado como um diferencial. Essa importância dos colaboradores dentro da empresa tem surgido, principalmente, dos setores de Recursos Humanos que percebem a necessidade de motivação e engajamento para que o resultado seja atingido.

Agindo assim, o profissional de recursos humanos está, mesmo sem perceber, atuando estrategicamente para o sucesso da corporação. Isto é, está ciente de que precisa atingir os resultados, mas está mais preocupado na maneira como engajar sua equipe para isso do que simplesmente atingir.

Nesse sentido, ele dá ênfase a investimentos em treinamentos e capacitações, aos resultados em curto espaço de tempo, à retenção e aperfeiçoamento de talentos e às sugestões de todos os colaboradores.

Sabendo que está agindo estrategicamente, o que deve ser feito é pensar estrategicamente, elencando questões como: Onde quero chegar? Como chegarei? Qual o plano/ação?

Dando esse primeiro passo, o caminho todo poderá ser guiado pela mensuração dos resultados. Certamente eles serão muito melhores, pois foram pensados para superar a crise atual.

Em chinês, a palavra crise significa “perigo” e “oportunidade”.  Então, se o momento é de perigo, também poderá ser de oportunidade. Talvez esse seja o momento de criar, inovar e agir estrategicamente. Que tal iniciar pelo RH?

Na sua empresa, o RH já atua de forma estratégica? Conte sobre suas experiências, nos comentários. Para receber mais conteúdos como esse, assine nossa Newsletter!