Você tem um Departamento de Pessoal ou um Departamento de Recursos Humanos? - Blog do RH
Metadados

Você tem um Departamento de Pessoal ou um Departamento de Recursos Humanos?

Eaí, ficou curioso? Confira!

Esse título chamou a sua atenção? Talvez porque muitas pessoas não imaginam que existe uma diferença entre “Departamento de Pessoal” (DP) e “Departamento de Recursos Humanos” (RH). E, realmente, não há um consenso sobre os nomes – mas a distinção que queremos fazer aqui é clara, e acontece na prática. É a distinção entre um departamento que cuida de rotinas administrativas, e outro que dedica-se a realmente gerir os colaboradores da empresa de maneira estratégica.

Quer entender e você tem um departamento pessoal ou um departamento de RH? Continue acompanhando este artigo da Metadados – empresa que desenvolve sistema para a gestão de RH.

O Departamento de Pessoal

Embora já em desuso, este termo se refere ao departamento responsável por realizar a administração de obrigações jurídicas e financeiras relativas aos funcionários da empresa. Nesta categoria, entram o pagamento das remunerações e o cumprimento da legislação trabalhista, em aspectos como jornada de trabalho, férias, licenças, 13º salário, entre outros.

O Departamento de Recursos Humanos

Este é o setor que fica responsável por realizar o planejamento e a execução de políticas para atração, desenvolvimento e retenção de talentos. Em outras palavras, seu foco está no gerenciamento e no melhor aproveitamento possível dos ativos humanos da empresa.

Qual deles minha empresa deve ter?

Ambos. Tanto o departamento de pessoal quanto o de recursos humanos desempenham papéis essenciais para o crescimento de uma empresa. Aliás, embora o trabalho do DP não seja tão estratégico, ele é altamente especializado, pois a legislação trabalhista brasileira é bastante complexa e está sempre mudando.

A maior questão aqui, portanto, é como organizar estes dois departamentos dentro da sua empresa. Afinal, eles desempenham papéis diferentes, mas podem lidar com as mesmas situações. Por exemplo, na contratação, promoção ou desligamento de um funcionário, ambos terão uma participação.

Assim sendo, o modo mais interessante de organizar os departamentos de pessoal e de recursos humanos é por meio de uma visão integrada. Uma boa sugestão é que eles podem compartilhar o mesmo espaço físico, o que favorece a comunicação. Mesmo que você prefira separar os dois departamentos, ainda é essencial que eles estejam muito alinhados. Frequentemente observamos uma mesmo departamento que cuida destes dois conjuntos de atribuições.

Quais as atribuições específicas de cada um?

Como você já viu, o DP e o departamento de recursos humanos atuam sobre as mesmas situações, cada um conforme seu enfoque particular. Vamos ver algumas destas situações e as responsabilidades de cada setor em relação a elas.

O departamento de recursos humanos fica responsável por avaliar os candidatos e selecionar o mais indicado, conforme a compatibilidade com o perfil da vaga e as expectativas da empresa.

Enquanto isso, o departamento de pessoal fica responsável por fazer o registro em carteira, encaminhar os dados para os órgãos correspondentes – como o sindicato da categoria – e providenciar a assinatura do contrato de experiência.

Promoção de funcionários

O departamento de recursos humanos fica responsável por organizar, de maneira estratégica, atividades motivacionais e treinamentos que possibilitem o crescimento dos funcionários. Depois, também deve identificar, entre estes funcionários, quais demonstram o potencial para assumir novos desafios; e, claro, determinar o caminho que irão seguir, incluindo um plano de carreira atrativo.

Enquanto isso, o departamento de pessoal fica responsável por atividades como fazer a atualização do registro em carteira e a correção dos cálculos salariais, entre outros.

Desligamento de funcionários

O departamento de recursos humanos fica responsável por identificar quais funcionários não estão correspondendo às expectativas da empresa e desenvolver estratégias para contornar este problema, como feedback e avaliação de desempenho.

Caso estas atividades não deem resultados e a empresa opte pelo desligamento, cabe ao departamento de recursos humanos realizar a entrevista de desligamento e transformar eventuais diagnósticos em planos de ação. Enquanto isso, o departamento de pessoal fica responsável pelo cálculo e pagamento dos valores de rescisão contratual e por representar a empresa durante o processo junto ao sindicato da categoria.

Quais as características essenciais?

O departamento de pessoal trabalha com muitos documentos, depende de informações precisas e cumprimento de prazos. Assim, o perfil ideal para funcionários deste departamento envolve organização e objetividade. Processos bem definidos também são essenciais.

Enquanto isso, o departamento de recursos humanos lida mais diretamente com as pessoas. Nele, o perfil ideal de funcionário envolve criatividade, empatia e liderança. Os planejamentos estratégicos são mais importantes neste caso.

Outras relações entre departamentos

Já vimos que existe uma forte relação entre as atividades dos departamentos de pessoal e de recursos humanos. Porém, cada um deles também estabelece seus próprios vínculos com outros departamentos da empresa.

O departamento de pessoal trabalha de maneira muito próxima com o departamento financeiro e, em especial, com o setor de contas a pagar. Afinal, todos os cálculos de salário, benefícios, horas extra e rescisões, realizados pelo departamento de pessoal, serão efetivados pelo financeiro. Por isso, a comunicação entre estes dois setores precisa ser rápida e eficiente, de maneira a evitar erros e atrasos no cumprimento das obrigações trabalhistas da empresa.

Enquanto isso, o departamento de recursos humanos trabalha mais próximo ao departamento de marketing e, em especial, com o setor de “endomarketing” – voltado a ações que visam o público interno. Todas as atividades com foco em motivação e desenvolvimento são planejadas por estes dois departamentos.

Além disso, é claro, o diálogo com os gestores de cada área da empresa é essencial. Somente por meio deste diálogo será possível identificar as necessidades dos funcionários, cruzar esta informação com os objetivos da empresa e traçar as estratégias que permitirão aborda-los.

Cuidados na tratativa dos departamentos

Embora o DP e o RH sejam próximos e, muitas vezes, confundidos, é preciso ter cuidado para não valorizar um em detrimento do outro. Ambos devem ser respeitados dentro das tarefas que lhes cabem. Dizer que algum deles é mais importante seria o mesmo que afirmar que o departamento comercial é mais importante do que a logística; ele realiza a venda mas, se não houver excelência na entrega, o cliente não ficará satisfeito.

Outro cuidado necessário na tratativa destes departamentos é não delegar tarefas de maneira incorreta entre eles. Como vimos, o perfil ideal dos profissionais é diferente para cada um. Não podemos assumir que um excelente gestor de RH terá as habilidades necessárias para lidar com a burocracia do departamento de pessoal.